Matchá

Matchá

MATCHA-2
Este chá originário do Japão a mais de 800 anos, vem sendo considerado o novo super alimento no mercado de produtos naturais. Extraído da mesma planta (Camellia sinensis), que se origina o chá verde, vermelho e branco, mas considerado dentre esses o mais puro e nobre dos chás, ele é mesmo diferente. Sua produção consiste na proteção da folhas, coibindo a presença de luz, isso faz com que elas não sofram nenhuma ação de agentes externos, o que garante que a planta mantenha todos os seus nutrientes ainda mais concentrados, como as vitaminas, os minerais, antioxidantes.

BENEFÍCIOS:

  • Reduz o peso corporal, é considerado um termogênico natural o que auxilia na queima de calorias;
  • Diminui o apetite, pois proporciona a sensação de saciedade, e também devido a presença do antioxidante EGCG (epigalocatequina) e CCK (colecistocinina), que é responsável por encaminhar ao cérebro a informação de que o estômago está cheio;
  • Melhora o humor, pois possui em sua composição o L-Teanina uma aminoácido considerado psicoativo por possuir propriedades neuroprotetoras.
  • Previne o envelhecimento precoce e doenças, devido ao seu alto poder antioxidante, que é maior que o chá verde, comparado pelo método ORAC (um estudo que afere a capacidade de absorção de radicais de oxigênio).
  • Fortalece o sistema imunológico, fornece quantidades significativas de vitaminas e minerais.

DICAS DE USO: por ser em forma de pó pode ser utilizado para produção de pães, biscoitos,tortas, panquecas, massas em geral, sorvetes, sucos, vitaminas, chás. Pode ser consumido de 15 a 20g por dia (até 4 colheres de sopa, em média).

REVISADO: Daniela Dias- Nutricionista CRN8:8162
Linea Verde Alimentos LTDA.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

FREITAS, H. C. P. de; NAVARRO, F. Green tea induces weight loss and helps in the treatment of obesity and its comorbities. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, São Paulo, v. 1, n. 2, p.16-23, mar./abr. 2007.

Lamarão RC, Fialho E. Aspectos funcionais das catequinas do chá verde no
metabolismo celular e sua relação com a redução da gordura corporal. Rev Nutr. 2009;
22(2):257-69. doi:10.1590/S141 5-52732009000200008.

PIMENTEL, C. V. de M. B.; FRANCKI, V. M.; GOLLÜCKE, Andréa Pittelli Boiago. Alimentos
Funcionais: Introdução às principais substâncias bioativas em alimentos. São Paulo: Livraria Varela, 2005. (p. 36-41)


Produtos Relacionados