Açafrão


O açafrão (Curcuma longa) é originário da Índia e pertence à família do gengibre. Seu uso é milenar na medicina tradicional.

É considerado como uma das mais caras especiarias do mundo uma vez que, para se obter um quilo de açafrão seco, são processadas manualmente cerca de 150.000 flores, e é preciso cultivar em uma área de aproximadamente 2000 m².

Possui vitaminas B6 e C, e minerais como: ferro, manganês e potássio. Tanto na medicina popular como na fitoterapia científica, é usada por suas propriedades, todas reconhecidas internacionalmente, que auxiliam no combate a problemas cognitivos e degenerativos, graças ao fitoquímico chamado de curcumina que tem ação antioxidante.

Estudos associam o uso do açafrão a redução do colesterol total, VLDL e triglicerídeos.

BENEFÍCIOS: 

  • Reduz doenças relacionadas ao coração;
  • Previne e melhora a capacidade cognitiva;
  • Melhora o tratamento da depressão;
  • Reduz os danos oxidativos;
  • Diminui o apetite e promove a perda de peso.


DICAS DE CONSUMO:
 como tempero em preparações: carnes, peixes, risotos e arroz. Também é comercializado em cápsulas por farmácias de manipulação, o que facilita sua ingestão diária.

VARIEDADES: pó e tempero à base de açafrão.


REVISADO: Daniela Dias- Nutricionista CRN8- 8162
Linea Verde Alimentos LTDA.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

ÁGUILA, M.; FRANZENER, G.; KUHN, O.J. PORTZ, R.L; SCHWAN-ESTRADA, K. R. F; STANGARLIN, J. R. Efeito do extrato aquoso de cúrcuma (Curcuma longa) em Xanthomonas axonopodis pv. Manihotis. Ciências Agrárias. Londrina, v. 27, n. 1, p. 13-20, jan./mar, 2006.

CECÍLIO FILHO, A. B.; SOUSA, R. J.; BRAZ, L. T., TAVARES, M. Cúrcuma: planta medicinal, condimentar e de outros usos potenciais. Ciência Rural. Santa Maria, v. 30, n. 1, p.171-175, 2000.

LORENZI, Harri; ABREU MATOS, F.J. Plantas Medicinais no Brasil Nativas e Exóticas. Instituto Plantarum, 2ª Edição, Nova Odessa – SP – Brasil, 2008.

ORSOLIN, C.P- Potencial carcinogênico do açafrão (Curcuma longa L.) identificado por meio do teste para detecção de clones de tumor em Drosophila melanogaster.


Produtos Relacionados