CHÁS E ERVAS

Amora branca

A amoreira é uma planta de origem asiática pertencente à família das Moráceas. Produz frutos denominados de amoras, tendo duas espécies presentes no território brasileiro amoreira-preta (Morus nigra) e a amoreira-branca (M. alba). As plantas pertencentes ao gênero Morus (Moraceae) apresentam muitas propriedades medicinais relatadas na literatura científica. Utilizadas em larga escala na medicina popular chinesa, as partes aéreas e radiculares

Arruda

Os diversos táxones de Ruta L. da Família das Rutáceas, planta subarbustivas expontâneas na região mediterrânea e na Ásia ocidental e central, conhecidas pelo nome comum de arrudas, caracterizam-se pelas suas essências de cheiro muito desagradável e às quais atribuem propriedades farmacológicas e tóxicas próprias. PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS: Normalização do ciclo menstrual, sarna, piolhos, conjuntivite, leishmaniose. Acredita-se que a

Alfazema

Planta da família Lamiaceae (Labiatae), nativa da região Mediterrânea. Erva perene de clima temperado a subtropical semi-árido. Nebulosidade excessiva ou temperaturas muito baixas reduzem o teor de óleo essencial e consequentemente o aroma. O cheiro fresco da alfazema era o aditivo para o banho preferido pelos Gregos e Romanos e o seu nome deriva do latim lavare, que

Sálvia

A sálvia comum (Salvia officinalis) é um arbusto perene. Tem caules em profusão, suas folhas são de um tom pálido e textura aveludada. O nome em latim da sálvia é “salvere”, que significa “estar bem”; é uma referência às propriedades da planta e seus efeitos na saúde humana. É considerada uma planta aromática que, além de propriedades

Zimbro

  O zimbro (Juniperus communis) da família das cupressáceas, é originária das regiões frias da Noruega e Rússia. Os frutos do zimbro são pequenas bolinhas azuis ou pretas, com sabor levemente doce quando maduros.Tecnicamente, o zimbro não produz frutos, mas sim uma espécie de pinha. Porém, devido a sua estrutura diferenciada, convencionou-se chamá-lo de pseudofruto ou,

Urucum

O urucu, também conhecido como urucum (em tupi uru-ku significa vermelho) pertence à família das Bixáceas, natural da América do Sul Tropical. Seu fruto é uma pequena cápsula espinhosa que possui sementes rubras. Seu uso é empregado na culinária para trazer cor às preparações e por ser natural, não prejudica a saúde, como os demais corantes. Contêm

Tanchagem

A tanchagem (Plantago tomentosa Lam) da família  das Plantaginaceae, é nativa da Europa e, no Brasil, é encontrada na região Sul e Centro Oeste. O seu uso na medicina popular, como cicatrizante, é muito antigo, e está descrito na “Matéria Médica” do médico grego Dioscórides, do século I. PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS: empregada no tratamento das inflamações dérmicas, gastrintestinais, afecções das

Taiuia

Taiuia (Cayaponia tayuya), planta da família das Campanulaceae,possui muitas indicações medicinais. Ela é utilizada na medicina popular de países da América do Sul como analgésico, atuando no alívio de dores. Dois estudos realizados nos anos de 1990 e 1991 comprovaram cientificamente os poderes medicinais da tayuya. Segundo o estudo de 1990, os flavonoides encontrados na planta