1. Início
  2. /
  3. Farináceos
  4. /
  5. Cenoura em pó

Cenoura em pó

A cenoura (Daucus carota L.) pertence ao grupo das raízes tuberosas, originária de áreas temperadas da Ásia Central. Destaca-se entre outras hortaliças pela grande quantidade de betacaroteno. A Cenoura em pó contêm boas quantidades de fibras, vitaminas e minerais, mesmo sendo em pó (desidratada), é 100% natural e preserva todas as boas quantidades dessas substâncias. Contribui para quem busca uma opção mais prática para o consumo desta importante hortaliça.

Vale ressaltar que o tempo de vida útil de produtos desidratados varia conforme condições de armazenamento, sendo importante evitar a passagem de luz e oxigênio para o interior dos pacotes. Todos esses cuidados são necessários para preservar os carotenoides, que atuam:

  • Fortalecendo o sistema imunológico;
  • Contribuem para manter a saúde da visão;
  • Potente antioxidante;
  • Participa do processo de regeneração celular.


DICAS DE CONSUMO:
 muito utilizada no preparo de sopas, tortas, como corante natural e no preparo de massas de panqueca, pães, bolos e biscoitos.

FONTES: Daniela Dias-Nutricionista CRN8:8162
Linea Verde Alimentos LTDA.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BEZERRA, T. S. Desidratação de hortaliças: aspectos teóricos. 2007. 54p. Monografia (Especialista em Tecnologia de Alimentos) – Centro de Excelência em Turismo, Universidade de Brasília, Brasília-DF.

CABRAL, A. C. D.; ALVIM, D. D. Alimentos desidratados – conceitos básicos para
sua embalagem e conservação. Boletim do ITAL, v.18, n.1, p.1-65, 1981.

LIMA, K. S. C.; LIMA, A. L. S.; LUCHESE, R. H.; GODOY, R. L. O.; SABAA-SRUR,
A. U. O. Cenouras minimamente processadas em embalagens com atmosfera
modificadas e tratadas com radiação gama: avaliação microbiológica, físico-quimica
e química. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 23, n. 2, p. 240-250,
mai – ago. 2003.

ZANATTA, C. L.; SCHLABITZ, C.; ETHUR, E. M. Avaliação físico-química e
microbiológica de farinhas obtidas a partir de vegetais não conformes à
comercialização. Alimentos e Nutrição, Araraquara, v. 21, n. 3, p. 459-456, 2010.

Mais produtos!

Berinjela em Pó
Creme de milho
Menu