Cevada

A cevada (Hordeum vulgare) é um membro da família das gramíneas chamada de Poácea. Teve origem no Oriente Médio e foi uma das primeiras espécies a ser domesticada e consumida pelo homem.

Categoria: Tag:

Descrição

A cevada (Hordeum vulgare) é um membro da família das gramíneas chamada de Poácea. Teve origem no Oriente Médio e foi uma das primeiras espécies a ser domesticada e consumida pelo homem.

O grão é rico em fibras solúveis (β-glucana) e insolúveis, minerais como: ferro, magnésio, zinco, cromo. Contêm antioxidantes como: selênio e quercetina, que combatem os radicais livres.

O *FDA permite que os produtos com cevada tenham um selo dizendo que este grão “pode reduzir o risco de doenças cardíacas”.

*FDA (Food and Drug Administration) é um órgão governamental dos Estados Unidos que faz o controle dos alimentos, suplementos alimentares e medicamentos.

BENEFÍCIOS:

  • Reduz as taxas de colesterol;
  • Diminui a absorção da glicose sanguínea;
  • Auxilia na hidratação e regeneração celular;
  • Melhora pele e unhas fracas;
  • Excelente contra queda de cabelo.


DICAS DE CONSUMO:
 é empregada na alimentação humana (em composição de farinhas ou flocos para panificação) e aplicações industriais (produção de medicamentos, formulação de produtos dietéticos e sucedâneos de café). Substitua 25 a 50% da farinha branca pela cevada, assim suas preparações ficarão ainda mais nutritivas.

VARIEDADES: Flocos e grão.

FONTE: Daniela Dias- Nutricionista CRN8: 8162
Linea Verde Alimentos LTDA.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BORTOLOTTI, C. M. Caracterização de farinhas de cevada e o Efeito da sua incorporação sobre a qualidade do pão de forma. 2009. 138 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2009.

FRANCO, G. Tabela de composição química dos alimentos. 9. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1999. 307 p.

FUKE, G. Uso de grãos de cevada: caracterização bromatológica de cultivares e resposta biológica de ratos em crescimento. 2007. 75 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Alimentos) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.

Menu