Extrato de soja c/ sabor

A soja (Glycine max (L.) Merrill), pertence à família das leguminosas, sendo a única fonte de proteína de origem vegetal que possui todos os aminoácidos essenciais, considerada uma proteína de alto valor biológico. (…)

Categoria: Tags: ,

Descrição

A soja (Glycine max (L.) Merrill), pertence à família das leguminosas, sendo a única fonte de proteína de origem vegetal que possui todos os aminoácidos essenciais, considerada uma proteína de alto valor biológico.

A soja se destaca por proporcionar uma grande variedade de derivados ricos destes nutrientes, como é o caso do extrato de soja que é extraído a partir de grãos selecionados, e é ideal para quem possui alguma intolerância, ou ainda para quem busca uma alimentação mais saudável e 100% vegetal.

BENEFÍCIOS:

  • Equilibra os níveis de glicose sanguínea;
  • Fonte de proteínas;
  • Baixo teor de gorduras;
  • Soja não transgênica;
  • Alimento funcional, o qual traz benefícios para a saúde.

DICAS DE CONSUMO: em preparações como opção para substituir o leite, tais como: cremes, iogurtes, vitaminas e sucos.

SABORES: banana, morango, chocolate, baunilha, com açúcar e sem açúcar.

FONTE: Daniela Dias-Nutricionista CRN8:8162
Linea Verde Alimentos LTDA.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CFN, Conselho Federal de Nutrição – CFN. Transgênicos: Posicionamento-CFN.

DALEPRANE, B. J. Avaliação da Qualidade Nutricional de duas variedades de soja e a influência de seu consumo nos indicadores de doenças cardiovasculares em ratos senis. Tese (Ciência da Saúde) Programa de Pós Graduação em Ciências Médicas de Niterói – Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2007.

USP, Universidade de São Paulo. Tabela de Composição de Alimentos Versão 5.0. Departamento de Alimentos e Nutrição Experimental FCF/USP, 2008.

ZARNESHAN, A.; SALEHZADEH, K. Effects of combined selective aerobic moderate intensity exercises and soya intake on 17beta-estradiol (biomarker of breast cancer) and obesity of obese postmenopausal women. International Journal of Biosciences. v.2, n.11, p.81-89, 2012

Menu